RSS

Use filtro solar (onde achar melhor)

Nunca deixem de usar filtro solar!
Se eu pudesse dar uma só dica sobre o futuro,seria esta: use filtro solar.Os benefícios a longo prazo do uso de filtro solar
estão provados e comprovados pela ciência;
já o resto de meus conselhos não tem outra base confiável além de minha própria experiência errante.

Mas agora eu vou compartilhar esses conselhos com vocês.
Aproveite bem, o máximo que puder, o poder e a beleza da juventude.
Ou, então, esquece… Você nunca vai entender mesmo o poder
e a beleza da juventude até que tenham se apagado.
Mas, pode crer, daqui a vinte anos, você vai evocar as suas fotos e
perceber de um jeito – que você nem desconfia hoje em dia
quantas tantas alternativas se lhe escancaravam à sua frente,
e como você realmente tava com tudo em cima.
Você não é tão gordo(a) quanto pensa!

Não se preocupe com o futuro.
Ou então preocupe-se, se quiser, mas saiba que pré-ocupação
é tão eficaz quanto mascar chiclete
para tentar resolver uma equação de álgebra.
As encrencas de verdade de sua vida tendem a vir de coisas que nunca
passaram pela sua cabeça preocupada, e te pegam no ponto fraco às quatro
da tarde de uma terça-feira modorrenta.
Todo dia enfrente pelo menos uma coisa que te meta medo de verdade.
Cante.

Não seja leviano com o coração dos outros.
Não ature gente de coração leviano.
Use fio dental.
Não perca tempo com inveja.
Às vezes se está por cima,
às vezes por baixo.
A peleja é longa e, no fim,
é só você contra você mesmo.
Não esqueça os elogios que receber.
Esqueça as ofensas.
Se conseguir isso, me ensine.
Guarde as antigas cartas de amor.
Jogue fora os extratos bancários velhos.

Estique-se.

Não se sinta culpado por não saber o que fazer da vida.
As pessoas mais interessantes que eu conheço não sabiam,
aos vinte e dois, o que queriam fazer da vida.
Alguns dos quarentões mais interessantes que conheço ainda não sabem.
Tome bastante cálcio.
Seja cuidadoso com os joelhos.
Você vai sentir falta deles.
Talvez você case, talvez não.
Talvez tenha filhos, talvez não.
Talvez se divorcie aos quarenta, talvez dance ciranda em suas bodas de diamante.
Faça o que fizer, não se auto-congratule demais, nem seja severo demais com você.
As suas escolhas tem sempre metade das chances de dar certo.
É assim pra todo mundo.

Desfrute de seu corpo.
Use-o de toda maneira que puder. Mesmo.
Não tenha medo de seu corpo ou do que as outras pessoas possam achar dele.
É o mais incrível instrumento que você jamais vai possuir.
Dance.
Mesmo que não tenha aonde além de seu próprio quarto.
Leia as instruções, mesmo que não vá segui-las depois.
Não leia revistas de beleza. Elas só vão fazer você se achar feio.

Dedique-se a conhecer os seus pais.
É impossível prever quando eles terão ido embora, de vez.
Seja legal com seus irmãos. Eles são a melhor ponte com o seu passado
e possivelmente quem vai sempre mesmo te apoiar no futuro.
Entenda que amigos vão e vem, mas nunca abra mão de uns poucos e bons.
Esforce-se de verdade para diminuir as distâncias geográficas
e de estilos de vida, porque quanto mais velho você ficar,
mais você vai precisar das pessoas que conheceu quando jovem.

More uma vez em Nova York, mas vá embora antes de endurecer.
More uma vez no Havaí, mas se mande antes de amolecer.
Viaje.

Aceite certas verdades inescapáveis:
Os preços vão subir. Os políticos vão saracotear.
Você, também, vai envelhecer.
E quando isso acontecer, você vai fantasiar que quando era jovem,
os preços eram razoáveis, os políticos eram decentes,
e as crianças, respeitavam os mais velhos.
Respeite os mais velhos.
E não espere que ninguém segure a sua barra.
Talvez você arrume uma boa aposentadoria privada.
Talvez case com um bom partido.
Mas não esqueça que um dos dois pode de repente acabar.

Não mexa demais nos cabelos senão quando você chegar aos quarenta
vai aparentar oitenta e cinco.
Cuidado com os conselhos que comprar,
mas seja paciente com aqueles que os oferecem.
Conselho é uma forma de nostalgia.
Compartilhar conselhos é um jeito de pescar o passado do lixo, esfregá-lo,
repintar as partes feias e reciclar tudo por mais do que vale.

Mas no filtro solar, acredite!

______________________________ E agora a versão narrada por Rafinha Bastos____________________________

Senhoras e senhores da classe de 2009, enfiem o filtro solar no rabo
Se eu pudesse dar uma dica em relação ao futuro
Seria para vocês enfiarem o filtro solar nos seus rabos
Filtro solar nada mais é do que esperma de macaco, e isto foi comprovado cientificamente
Os demais conselhos que eu vou dar
Baseia-se unica e exclusivamente na minha propria experiência
E eu vou dar estes conselhos agora
Não cante no karouke, se você costuma soltar a voz naquelas versões de tecladinho de churrascaria saiba que você é desagradável
Se você tem videoke em casa saiba que você merece choque no mamilo e cera quente na nádega direita
Não confie no msn, na maioria das vezes a carioquinha gostosa com quem você tecla a 2 anos nada mais é do que um velho tarado que mora no Roraima.
Não supervalorize suas amizades, os melhores amigos inevitavelmente vão levar a sua grana e dar em cima da sua mulher.
Não estupre ninguem, mesmo se esta pessoa for muito gostosa.
Não se prostitua, vender o corpo é só uma maneira fácil de ganhar dinheiro com muita diversão e pouco trabalho.
Ok me arrependi, se prostitua sim.
Surpreenda, se algum dia você for padrinho de casamento apareça de bermuda, pochete e chapeu de marinheiro.
E se alguem lhe expulsar da cerimonia, dance a macarena e passe a mão na bunda da noiva.
Improvise, quando alguem lhe disser eu te amo, olho nos olhos desta pessoa e diga arrotando: __Eu também.
Não seja estupido, mulher não tem gogó.
não acredite no ponto G, se esta merda existisse, vagina viria com mapa.
talvez você fique estéril.
Talvez não.
Talvez tenha sifilis.
Talvez não.
Talvez você nasça preto e morra branco.
Talvez você coma salmonela e cague no seu vestido de debutante.
Talvez você questione a sua opção sexual e chegue a pensar que uma experiencia não vai lhe fazer mau, e que comprar aquele vestido lindo também não vai lhe fazer mau, e liderar um carro da parada gay, também não vai lhe fazer mau, então você encontra um amigo que não ve a muito tempo, olha no olho dele com toda sinceridade e pergunta: __ você acha que eu sou viado ?
Ele não vai botar só a cabecinha, se algum dia ele disser que não vai até o fundo, lembre-se, pinto não tem ombros
Seja inesquecível, chingue as pessoas.
no fim do dia seu vizinho vai esquecer de que lhe deu oi, mas com certeza vai lembrar que o mandou ir tomar no cu.
Respeite os motoboys, você não sabe de quem vai precisar quando for para o inferno.
se você não tiver mal de Parkinson não coma feijão de colher, é ridiculo.
Acredite nos politicos, acredite também em papai noel, em coelho da pascoa e em enterro de anão.
ajude a natureza mas não encha meu saco.
A água do mundo não vai acabar só porque eu quero escovar bem os meus dentes.

O ACRE existe, eu já fui lá.
Se você não quer acreditar e nem seguir nenhum destes conselhos, foda-se.
Mas pelo menos ouve uma coisinha.

Enfia o filtro solar no teu rabo.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 setembro, 2009 em Uncategorized

 

Tags: , , , , , , , , , ,

Vivendo o que a vida tem de melhor !

cao1Quem me acompanha tanto aqui quanto no Muito Além, sabe que eu não sou lá o tipo mais sortudo do mundo, eu devia me chamar grande furada, ou pura encrenca, ou até, se fudeu denovo.
Alguns episódios marcados devem ter sido escritos exatamente para me ensinar alguma coisa que não consigo indentificar.
Como ir a uma casa noturna e encontrar um rolinho antigo, sair de lá aos amassos com ela e ir para o primeiro motel, no final da noite ela vira e diz:__ To namorando.
Educado e sabendo que aquilo alí foi só um rapido flashback respondo:__ Que legal, com quem ?
E ela diz: __ Com o dono da academia Exterminador do futuro, sabe aquele alterofilista que ganhou o campeonato estadual o mes passado ?
__ ãhhhh, Não sei não, mas posso sair correndo daqui agora ?
Teve também aquela vez que saindo da mesma casa noturna, depois de beber com 3 vizinhas que encontrei na noite, a mais louca dela propõe: __ Vamos pra um motel ?
Simmmm é claro que eu vou. Com as 3 ? eu iria até pro afeganistão.princesas_adulta-388x580
Chegando lá uma já capotou no sofá da entrada. Estouramos champagne, pulamos na cama, fizemos a maior bagunça, as outras duas que sobraram de pé, me deram a melhor noite sexual que qualquer homem poderia imaginar. Até na hora que fomos sair do motel e meu carro simplesmente não quis funcionar. Tinha combustivel, olhei o motor, me parecia tudo normal, fiz simpatias, dei 3 pulinhos, rezei um pai nosso e nada, não funcionava.
Sim amigos, tive que ser rebocado de dentro do motel. E não com 1 nem 2 mais sim com 3 beldades (tá certo que uma delas estava mais bebada que um gamba no oktoberfest).
O bom disto foi que alguem viu que eu estava com as 3 lá, pois se eu contasse ninguem acreditaria.
Certo dia, fomos passar o carnaval em uma cidadezinha no interior de Minas Gerais. A junção já estava errada, eu e o louco do meu primo pegamos um onibus e paramos lá, na certeza que um amigo estaria hospedado na casa do prefeito e nos daria abrigo na mesma.
Tudo fora combinado dias antes, mas para nossa surpresa, ao chegarmos lá, descobrimos que houvera uma morte na familia e todos tinham viajado.
Até aí tudo bem, estavamos sozinhos, mas ainda tinha o carnaval de rua, a noite, as bebidas e as mulheres. Foi quando descobrimos que não existia hoteis, nem pensões e nenhum tipo de abrigo na cidadezinha de 7 mil habitantes. Pra falar a verdade nem rodoviária tinha, o onibus parava em uma praça.
Pra piorar, descobrimos também que o proximo onibus que voltaria para a civilização só passaria no outro dia as 4 da tarde.
Que ótimo, o que fazer ??
Nunca contamos para ninguem onde fomos, afinal, não podia contar pra ninguem que passamos o carnaval em uma cidadezinha chamada Água comprida. Apelidamos o lugar de Watherlong, pelo menos assim fica menos estranho, e podemos falar que é uma praia artificial em algum lugar.
É companheiros leitores, a coisa não é mole não (com ou sem trocadilhos, como preferir) e apesar disto tudo, eu sinto que tem uma certa ironia divertida nas furadas, nos azares, nas encrencas.
Algum tempo depois, estou rindo delas, me divertindo e contando histórias.
No final, gosto de tudo, mantenho um sorriso no rosto e sigo em frente, até a proxima.
Que provavelmente, está mais proxima do que imagino
Viver o que a vida tem de melhor, este agora é meu lema.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 18 setembro, 2009 em Uncategorized

 

Tags: , , , , , , , , , , ,

Ou faremos tudo juntos, ou não faremos nada !

01_gvozdi_92603A época já está mudada, é claro
Já se passaram dois anos, e todas as diferenças teriam sido postas a prova.
A cidade era tão pequena quanto meu quarto, e as pessoas nela, tão nada quanto as sombras que velavam meu sono.
Não acreditava naquela história que contam por aí.
O que tem que ser será, era a coisa mais ilógica que se pode escutar alguem dizer.
mas escutei várias vezes quanto tudo acabou.
Primeiro vem o medo, medo de nunca mais encontrar alguem como ela, medo de nunca ter amado de verdade, ou nunca poder amar como foi novamente.
Aquele gostinho do primeiro pedaço não se repete.
Depois, ficamos um tempo céticos e moralistas, achando que nada merece sua atenção ou sentimento.
A procura se acaba, e você fica achando que pelo tempo todo, aquela pessoa, que você simplesmente amava com todas as suas forças e que dizia ser reciproco, um certo dia acordou de manhã, foi a geladeira, preparou um sandwish de apresuntado com mussarela e maionese, sentou em frente a TV e parou de te amar, simplesmente deixou de gostar.
E eu, que fiz demais, mas não o bastante, tive que aceitar, mesmo saido na madrugada para procurar o que ela queria comer, mesmo pegando o carro as 3 da manhã para acalmar uma crise existencial, mesmo passando noites e noites sem dormir apenas para observar seu sono, comprei os presentes mais especiais, preparei jantares, briguei, com tudo e com todos.
Relacionamentos acabam todos os dias. Fato.
Mas quando começa eu é que não fico agonizando o fim.
A gente vive e só.
Às vezes vive só também, porque gostar mesmo, vez ou outra implica nessas coisas.
Um dia você gosta mais, no outro não gosta, depois passa a gostar mais do que o outro e acaba amanhã amando e chorando sozinho.
E cansa. Como cansa.
E quem simplesmente ama sozinho, e fez das tripas coração, vai ter que aceitar.
Nunca quis ciclana por julgar ser melhor do que as outras.
Ou beltrana pra se gabar das peripécias sexuais com o amigo, porque julga ser melhor do que a da ciclana que está com ele.
Mas se fulana acorda, assim, e decide “não quero mais”, você vai até o inferno pra provar para os mesmos amigos que consegue, pra mostrar pro mundo o quão fodástico é seu poder de conquista, pra dizer pra sua querida alto-estima que ninguém, ninguém, ninguém tem o direito de não te querer.
E na verdade não tem mesmo.tn1
Eu tive todas que quis, de alguma forma.
Todas menos uma, que por um tempo, ou por muito, não quis provar nada, não era a mais linda delas, nem a melhor na cama, e muito menos a mais parceira, compreensiva ou carinhosa.
Mas era quem eu queria, para estar comigo, apenas alí, comigo.
Mas também, não era isto que eu queria dizer, queria dizer apenas do medo de nunca mais gostar de ninguem, aquela sensação de que nunca mais vai ser igual
A gente fica assim mesmo, usando palavras eloquentes quando leva um não.
Mas nunca é muito tempo. Assim como o pra sempre.
São dois sentidos que terminam no mesmo infinito.
Lugares que não existem.
Mas se é por amor, eu continuo tentando…

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 setembro, 2009 em Coisas

 

Tags: , , ,

Primeiro encontro de blogueiros, twitteiros e afins de Uberlândia !

20050414024629Ae galera tudo Belejinha ???

Então, hoje to aqui só pra colocar um post sobre uma atitude legal.

Afinal as coisas boas da vida começam com atitudes igualmente boas.

A pouco tempo atras fui contactado via twitter por @nanda_nogueira perguntando o que eu achava da idéia de promover um encontro de twitteiros e blogueiros de Uberlândia, afim de integrar essa galera, trocar idéias de inovações, comunicação e diversão em um happy hour bem descontraido regrado a cerveja, piadas e o que mais der para fazer em um bar.

Prontamente fiquei exitado (sem pornografias) com a idéia, pois acho que ninguem mais do que eu, defende a teoria de que devemos sair de tras dos monitores e dar prioridade ao contato, ao olhar nos olhos e principalmente ao calor humano (feminino é claro).

Brincadeiras a parte, a idéia amadureceu e acontece que vai acontecer (entenderam ? não ? nem eu)

hoje a partir das 20:00 hras no Saideiras Bar, na Princesa Isabel do lado da pizzaria Bambola. (ahh todo mundo sabe onde é)

E a coisa bombou, temos noticias do encontro no Megaminas e também no blog do conhecido perseguidor de socialite de uberlândia Hugney Bisneto, fora no G1, CNN internacional, Al Jazera, ABC e TV Senado.

Agora contamos também com o apoio do barril de idéias e da propria criadora da idéia que escreve o Prosa Interativa.

Como sempre venho nos meus posts agradecendo as idéias que merecem, as atitudes que criam contato, oportunidades e neste caso amizado, gostaria de agradecer primeiramente aos 7 mil leitores diários (malucos) que se dão ao trabalho de entrar aqui e ler meus desvaneios mentais (e tem quem ainda goste) e também a todos que pensaram e apoiaram a idéia do encontro, e gostaria de pedir para as pessoas que me acompanham apareçam no encontro, pra dar um oi para a cambada de malucos, indies, hippies, punks, blogueiros, fotografos, publicitários, twitteros, desocupados ecomediantes que devem aparecer por lá !!!

Ahh e usem também a tag #EuVounaButecada no twitter para falar do evento para seus amigos !!!

Abraço !!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 agosto, 2009 em Coisas

 

Tags: , , , , , , , ,

Onde tudo se transformou ?

anos-80Quando minhas crenças começam a não aguentar mais
Eu sou um produto do meio, e olho o mundo por dois angulos de um cérebro da década de 80.
Estou ali, no meio, entre o Cazuza dos 80 e o nirvada dos 90
Antes mesmo de tudo acabar, antes mesmo de tudo virar pó.
Tomei vários porres, caí na porrada, fiz tudo que não devia fazer. Ou devia?
Ponto de vista
Apreciei coisas sem precisar dar a bunda ou seguir a modinha podre da promiscuidade exacerbada.
Usei algumas drogas e sabia o que aconteceria.
Impus respeito.
Sim, tudo é sobre isto, respeito.
O mesmo que já assassinaram em vários outros textos e blogs.
Os 80 e noventa trouxeram as novidades que todos esperavam para o proximo milenio.
O S da sigla “GLS” que surgiu nos anos 80, significava simpatizante e não suspeito.

As músicas não tratavam o indivíduo com termos pejorativos.

Produzimos Titãs, Ultraje-a-rigor, Legião urbana, e hoje respondem com NX0 ?!?!?
Foram 20 anos para chegar nisto.
Me assusta como se tomam conclusões
Nós, a galera do meio sempre davamos um jeito de mostrar nossa cara, fazer nossos protestos, nem que fosse pra levantar bandeiras, pintar a cara e correr nos parques enrolados na flanula verde e amarela.
Hoje se resolve tudo na porrada.
Enquanto os MC’s do “funk” junta as cachorras, os playbas de cuecas pra fora da calça arrumam uma confusão.
Se inspiram na pior da marginalidade e acham que malandro é todo mundo saber disto
Malandro bom era Bezerra…
Malandro que é malandro não espalha a noticia !!
Queriamos ser Juba ou Lula, e viver armações ilimitadas, hoje a galera quer ser Dadinho.
Ou melhor, Dadinho o caralho, vocês querem ser o Zé Pequeno não é porra ??
Os amigos que trago, da meiuca, da galera dos 80, são de verdade, e suas mulheres são também amigas de verdade
Agora não existe mais amizade entre sexos distintos, tá custando a existir do mesmo sexo…
A mulher do cara é possibilidade de ser do outro que se atrazar um outro pega.
Puta que pariu.
Suas mulheres tapam os rostos, e não usam roupas, criam ilusões, a ninja, a proibida, a feiticeira.3518E7_6
Nossas mulheres são de verdade, de cara aberta, alma lavada e olhos brilhantes, elas usam vestidos e sentem cócegas !
É, estão perdidos daqui pra frente, e Raul não estará aqui para dizer:”Não pare na pista”
A maior síntese de tudo que eu quero dizer é que nós éramos “Caçadores de Emoção” você é uma cópia muito deturpada e idiota do que era a nossa geração. Você é um “Velozes e Furiosos”.

 
1 comentário

Publicado por em 14 agosto, 2009 em Coisas

 

Tags: , , , , , , , ,

Vão fazer outros de trouxas ! Reage Brasil !!

Quinta, 23 de maio de 2009.

Querido Didi, (Renato Aragão, Embaixador especial da UNICEF)

Há alguns meses você vem me escrevendo pedindo uma doação mensal para enfrentar alguns problemas que comprometem o presente e o futuro de muitas crianças brasileiras. Eu não respondi aos seus apelos (apesar de ter gostado do lápis e das etiquetas com meu Nome para colar nas correspondências)…

Achei que as cartas não deveriam sem endereçadas a mim. Agora, novamente, você me escreve preocupado por eu não ter atendido as suas solicitações. Diante de sua insistência, me senti na obrigação de parar tudo e te escrever uma resposta.

Não foi por ‘algum’ motivo que não fiz a doação em dinheiro solicitada por você. São vários os motivos que me levam a não participar de sua campanha altruísta (se eu quisesse poderia escrever umas dez páginas sobre esses motivos). Você diz, em sua última Carta, que enquanto eu a estivesse lendo, uma criança estaria perdendo a chance de se desenvolver e aprender pela falta de investimentos em sua formação.

Didi, não tente me fazer sentir culpada. Essa jogada publicitária eu conheço muito bem. Esse tipo de texto apelativo pode funcionar com muitas pessoas mas, comigo não. Eu não sou ministra da educação, não ordeno e nem priorizo as despesas das escolas e nem posso obrigar o filho do vizinho a freqüentar as salas de aula. A minha parte eu já venho fazendo desde os 11 anos quando comecei a trabalhar na roça para ajudar meus pais no sustento da minha família. Trabalhei muito e, te garanto, trabalho não Mata ninguém. Muito pelo contrário, faz bem! Estudei na escola da zona rural, fiz Supletivo, estudei à distância e muito antes de ser jornalista e publicitária eu já era uma micro empresária.

Didi, talvez você não tenha noção do quanto o Governo Federal tira do nosso suor para manter a saúde, a educação, a segurança e tudo o mais que o povo brasileiro precisa. Os impostos são muito altos! Sem falar dos Impostos embutidos em cada alimento, em cada produto ou serviço que preciso comprar para o sustento e sobrevivência da minha família.

Eu já pago pela educação duas vezes: pago pela educação na escola pública, através dos impostos, e na escola particular, mensalmente, porque a escola pública não atende com o ensino de qualidade que, acredito, meus dois filhos merecem. Não acho louvável recorrer à sociedade para resolver um problema que nem deveria existir pelo volume de dinheiro arrecadado em nome da educação e de tantos outros problemas sociais.

O que está acontecendo, meu caro Didi, é que os administradores, dessa dinheirama toda, não têm a educação como prioridade. Pois a educação tira a subserviência e esse fato, por si só não interessa aos políticos no poder. Por isso, o dinheiro está saindo pelo ralo, estão jogando fora, ou aplicando muito mal. Para você ter uma idéia, na minha cidade, cada alimentação de um presidiário custa para os cofres públicos R$ 3,82 (três reais e oitenta e dois centavos) enquanto que a merenda de uma criança na escola pública custa R$ 0,20 (vinte centavos)! O governo precisa rever suas prioridades, você não concorda? Você pode ajudar a mudar isso! Não acha?

Você diz em sua Carta que não dá para aceitar que um brasileiro se torne adulto sem compreender um texto simples ou conseguir fazer uma conta de matemática. Concordo com você. É por isso que sua Carta não deveria ser endereçada à minha pessoa. Deveria se endereçada ao Presidente da República. Ele é ‘o cara’. Ele tem a chave do Cofre e a vontade política para aplicar os recursos. Eu e mais milhares de pessoas só colocamos o dinheiro lá para que ele faça o que for necessário para melhorar a qualidade de vida das pessoas do país, sem nenhum tipo de distinção ou discriminação. Mas, infelizmente, não é o que acontece…

No último parágrafo da sua Carta, mais uma vez, você joga a responsabilidade para cima de mim dizendo que as crianças precisam da ‘minha’ doação, que a ‘minha’ doação faz toda a diferença… Lamento discordar de você Didi. Com o valor da doação mínima, de R$ 15,00, eu posso comprar 12 quilos de arroz para alimentar minha família por um mês ou posso comprar pão para o café da manhã por 10 dias…

Didi, você pode até me chamar de muquirana, não me importo, mas R$ 15,00 eu não vou doar. Minha doação mensal já é muito grande. Se você não sabe, eu faço doações mensais de 27,5% de tudo o que ganho. Isso significa que o governo leva mais de um terço de tudo que eu recebo e posso te garantir que essa grana, se ficasse comigo, seria muito melhor aplicada na qualidade de vida da minha família.

Você sabia que para pagar os impostos eu tenho que dizer não para quase tudo que meus filhos querem ou precisam? Meu filho de 12 anos quer praticar tênis e eu não posso pagar as aulas que são caras demais para nosso padrão de vida. Você acha isso justo? Acredito que não. Você é um homem de bom senso e saberá entender os meus motivos para não colaborar com sua campanha pela educação brasileira.

Outra coisa Didi, mande uma Carta para o Presidente pedindo para ele selecionar melhor os ministros e professores das escolas públicas. Só escolher quem, de fato, tem vocação para ser ministro e para o ensino. Melhorar os salários, desses profissionais, também funciona para que eles tomem gosto pela profissão e vistam, de fato, a camisa da educação. Peça para ele, também, fazer escolas de horário integral, escolas em que as crianças possam além de ler, escrever e fazer contas possa desenvolver dons artísticos, esportivos e habilidades profissionais. Dinheiro para isso tem sim! Diga para ele priorizar a educação e utilizar melhor os recursos.

Bem, você assina suas cartas com o pomposo título de Embaixador Especial do Unicef para Crianças Brasileiras e eu vou me despedindo assinando… Eliane Sinhasique – Mantenedora Principal dos Dois Filhos que Pari.

PS1: Não me mande outra carta pedindo dinheiro. Se você mandar, serei obrigada a ser mal-educada: vou rasgá-la antes de abrir.

PS2: Aos otários que doaram para o criança esperança. Fiquem sabendo, que as organizações Globo entregam todo o dinheiro arrecadado à UNICEF e recebem um recibo do valor para dedução do seu imposto de renda.

Para vocês a Rede Globo anuncia: essa doação não poderá ser deduzida do seu imposto de renda, porque é ela quem o faz.

PS3: E O DINHEIRO DA CPMF QUE PAGAMOS DURANTE 11(ONZE) ANOS? MELHOROU ALGUMA COISA NA EDUCAÇÃO E NA SAÚDE DURANTE ESSES ANOS

BRASILEIROS PATRIOTAS (e feitos de idiotas) DIVULGUEM ESSA REVOLTA… isto deveria chegar em Brasília.

 
4 Comentários

Publicado por em 7 agosto, 2009 em Coisas

 

Tags: , , , ,

E eu que não fumo, queria um cigarro !

(11)Papo de mesa de mulher em bar tem ficado mais picante e safado do que dos homens
E isto já não é novidade, pois a coisa anda tão pra frente, que elas já nos deixaram a anos luz de distância
Até porque elas não estão preocupadas com a escalação do flamengo ou com a posição do Corinthians na tabela, e sim querem trocar experiências, conversar sobre coisas safadas, e rir.
Isto mesmo rir bastante das trapalhadas que o corpo masculino pode aprontar.
A algum tempo atras, tive o prazer (privilegio) de estar em uma destas rodas, sozinho e calado, acho que elas (4 amigas e 1 ficante) resolveram fingir que eu não estava ali e revelaram tudo que provavelmente elas fuxicam quando vão aos grupinhos no banheiro feminino.
E foi ali mesmo, naquela mesa de bar, que eu e não o garçom, escutei centenas de casos de trapalhadas e acertos masculinos olhados pelo angulo de 3 cérebros louros 1 moreno e 1 ruivo.
O interessante é que elas chamavam seus rolinhos de PA, PA pra cá, PA pra lá e eu achando aquilo muito estranho, mas para não dar uma de idiota, achei melhor não perguntar, afinal, a garota que eu estava ficando também me chamava assim.
Algumas histórias de PA’s mais tarde comecei a entender que PA era alguem que as garotas usavam apenas para satisfaze-las  sexualmente, pois não existiam hitórias do dia que sairam juntos e foram naquela festa legal, ou da viagem que fizeram, eram apenas e unicamente histórias ligadas a sexo.
A primeira loira, alta, bonita, rosto lisinho lindo, cabelos claros e corpo escultural, estava decepcionada, pois o PA dela, não conseguia faze-la gozar, pois na hora do bem-bom, ele ficava mais preocupado em se olhar no espelho e reparar seus proprios músculos do que com a garota ali, implorando por um simples orgasmo
A loira numero 2 tinha acabado de estar com o PA a tarde toda, e se dizia exausta, nossa, ele é muito bom, pena que só posso ve-lo 1 vez por semana.
O cara, tinha namorada, e via a garota 1 vez na semana quando a namorada ia fazer estágio no HC.(12)
A morena, começou a contar uma história do PA que virou namorado e depois virou PA denovo.
Eu estava com a ruiva, não resisti a tentação e perguntei
__ Olha, sei que PA é um cara que vocês usam para sexo quando é fisiológicamente preciso, mas pelo amor de deus, o que significa esta sigla ?
E no que ela respondeu para o meu deleito intelectual
__ PA quer dizer Pau amigo.
Ok, então é assim que elas tratam o cara que resolve os problemas ? diminui o stress e ainda dá uma forcinha na pele e na musculatura dos gluteos, e no final das contas ainda tem que ser amigo, não pode ter ciumes e não pode reclamar. Sim, o PA tem sim que ouvir choramingos e reclamações do outro que não a quis, e por isto um PA costuma ser um amigo de infancia ou de muito tempo.
A noite se extende e o papo fica pior, começam as trapalhadas, e caem no assunto controverso que todo homem tem horror a escutar
Quando o cara broxa !
Na verdade o cara não assume, mas todo cara tem medo de acontecer com ele, e ele sabe que um dia vai acontecer, e não tem como fugir, quando a hora chegar, vai ser uma decepção enorme.
(28)Decepção é quando o cara pela primeira vez, não consegue dar a segunda.
Desespero é quando o cara pela segunda vez, nào consegue dar a primeira.
O pior é para a garota, que sempre vai achar que o problema é com ela, não importa se o cara diga que está com problemas no trabalho, que faliu, que seu pai tá menstruado, ou sua avó com celulite. Ela sempre vai pensar que foi porque ela não está gostosa o bastante.
E aí ocorre aquela pergunta, a que não desejo que meu pior inimigo nunca tenha que escutar.
__ Isso já aconteceu com você ?
Na verdade ela quer saber se ela foi a única a passar por isto, o que comprova que o problema seria mesmo com ela
Então fica aquela coisa, eu não posso falar que foi a primeira vez, porque é o que todos dizem, e vai parecer mentira ou vai parecer que foi só com ela.
Se dizer então que não é a primeira vez, ela pode achar que é regular, acontece sempre, que te deixa em um situação bem complicada.
Então nessa hora, o que fazer é engolir o orgulho pedir desculpas e prometer que a compensará em um futuro bem proximo.
E é bom compensa-la mesmo, fazer em dobro, ou seus vizinhos vão começar a te chamar de pincel logo logo.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 julho, 2009 em Coisas

 

Tags: , , , , , , , , , ,